sexta-feira, 31 de outubro de 2014

O NOVO QUADRO POLÍTICO-PARTIDÁRIO DO BRASIL A PARTIR DE 2015. Selvino Antonio Malfatti.



Lembro-me que, quando crianças meus filhos ao lhes comprar algum livro, perguntavam:
- Tem desenhos? 
Se a resposta fosse positiva, vibravam.
 - Oba!

Nesta postagem vou apresentar um artigo em forma de "desenhos". Espero agradá-los e ouvir as interpretações

1.Para a Presidência.
Reelege-se Dilma Rousseff, - do Partido dos Trabalhadores – PT-  com uma pequena e apertada maioria: 51,6%. Portanto, praticamente metade dos brasileiros a apóia e outra metade é oposição. Por isso, tem uma maioria muito restrita. Para governar terá que não só ouvir seus aliados, mas prestar atenção no que a oposição reivindica. 
Pelo mapa vê-se que é incrível como persiste a constatação sociológica de Roger Bastide: Os Dois Brasil.





2.Governadores.
Os partidos que mais elegeram governadores nesta eleição para 2015 foram o PMDB (7), PSDB (4), PT (4) E PSB (4).


 3. Deputados.

O Partido dos Trabalhadores - PT, continua com a maior bancada de deputdos:70 deputados, embora perdesse 18 cadeiras. O segundo é o PMDB com 66, seguido pelo PSDB, com 54. deputados. Em seguida vem o PSD com 37 deputados.






 4. Senadores
O PMDB diminuiu um senador, de 19 passou para 18, assim mesmo terá o maior número deles. O PT também perde um senador e ficará, portanto, com 12 senadores. O PSDB terá 10 senadores, contras os 12 anteriores.




Por isso, bem se poderia concluir que quantitativamente:
"TUDO COMO DANTES NO QUARTEL D´ABRANTES".
embora nas entrelinhas se possa fazer outras leituras.









9 comentários:

  1. Bela estratégia para o bom entendedor. Muito interessante.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito, mas verdade, o que mudou mesmo?

    ResponderExcluir
  3. O PMDB com maioria dos senadores pode ser que se mexa.
    Um time para realizar algo de importante. Digamos trabalhar mais.

    ResponderExcluir
  4. Interessante a votação nos estados para Presidente.

    ResponderExcluir
  5. Se ousarmos fazer outras leituras seríamos preconceituosos.
    Valeu pela ótima explicação.

    ResponderExcluir
  6. Sugestivo o gráfico dos governadores.

    ResponderExcluir
  7. PMDB e PT estão com maioria vamos ver as desculpas para adiar as reformas políticas. Tudo para entender o que não está escrito.

    ResponderExcluir
  8. Muito educativa a distribuição dos partidos.

    ResponderExcluir
  9. O PMDB perdeu os grandes lideres, incompetentes, com tanto poder, continuam dependentes do PT

    ResponderExcluir