sexta-feira, 4 de março de 2011

DIA INTERNACIONAL DA MULHER – UM ARCO-ÍRIS DE FLORES - Selvino Antonio Malfatti




UMA HOMENAGEM ÀS MULHERES

Hoje vamos deixar de lado as profundezas da filosofia, os maquiavelismos da política e as estatísticas da sociologia. Vamos dar uma espiada na intimidade da poética.
Dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher!
- Mulher, abre os olhos! Hoje é teu dia.
Alegra-te! Receberás aquelas flores que sempre sonhastes, mas que ainda não haviam te dado. Dar-te-ão flores de jardins, que são belas e as mereces, mas principalmente as flores da devoção, aquelas que tanto querias mas que ninguém adivinhava que sonhavas com elas.
- Abre os olhos, hoje é teu dia, mulher.
És bebê no berço que todos querem pegar, roçar nas faces e beijar.
És menina encantadora que saltita, dando alegria e orgulho a quem está ao lado.
És moça que faz tremer de paixão os namorados.
És mãe, mãe que se dá no seio ao recém-nascido para que ele tenha vida.
És mulher, só e toda mulher.
- Sonha!Esta festa vai durar para sempre!
MULHER, TU ÉS UM ARCO-ÍRIS DE FLORES!
Cândida como um lírio
Alegre como um girassol
Insinuante como uma helicônia
Humilde como uma onze-horas
Elegante como uma orquídia
Sensual como uma rosa
Tímida como uma margarida
Dsicreta como uma tulipa
Misteriosa como uma violeta
Majestosa como uma ortência
Tenra como uma primavera
Cobiçada como um suspiro
Materna como uma dália
- Mulher, parabéns, 8 de março, hoje é TEU DIA!