domingo, 23 de maio de 2010

FESTA DE 15 ANOS


FESTA DE 15 ANOS: luzes faiscantes, sons frenéticos, abraços, beijos, cumprimentos, sorrisos. Festa de 15 anos, de Laura, filha de meus amigos José Luongo e de D.Iara. Foi no salão La Sagra, do Clube Dores de Santa Maria, dia 22. Para quê dizer que a decoração estava deslumbrante? Os convivas felizes e alegres? Os pais radiantes? E a aniversariante, com o perdão da metáfora, divina?
Medito sobre o acontecimento.
Há convidados dos pais e convidados da aniversariante. Os primeiros numa faixa etária entre cinqüenta e sessenta. Os segundos de dez a quinze. Os primeiros contemplam a vida e se vêem realizados. Sentem-se compensados e vibram com sua obra. Os segundos admiram-se,refletidos no espelho da vida, e comprazem-se com seu próprio reflexo. Os pais e seus convidados revêem sua trajetória: infância, juventude, estudos, profissão. Reconhecem erros, mas venceram. A obra está aí, está pronta. Agora é festejar o sucesso.
Os amigos da aniversariante também sonham com os estudos, profissão, seu próprio lar. Mas preferem não pensar nas dificuldades.
- Deixemos isto para depois, pensam. Agora vamos festejar.
Aquele dia é festa para as duas gerações, mas cada uma por motivos diferentes: os primeiros porque chegaram e os segundos por que começavam. Os primeiros se rodearam de amigos que trilharam lado a lado o caminho. Os segundos dão-se as mãos para se fortalecerem mutuamente e partirem. O pai da aniversariante sintetizouo sentido da comemoração:
- Minha filha, tenha sempre presente na retina de teus olhos estes amigos que aqui estão.
- Parabéns, Laura.
- Parabéns, pais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário